Pesquisar este blog

sábado, 7 de março de 2015

Conversa de amigas

- O que você tem, minha querida? A professora perguntou à aluna mais velha academicamente.
Em especial naquela noite, diferente das outras aulas de Literatura, estava ela com um olhar meio perdido, assim triste.

- Ando me achando tão boba, sabe?
A professora tinha no rosto uma expressão nada afirmativa. Podia-se ver o ponto de interrogação exclamado em sua face. A mulher continuava:
- Depois que comecei a fazer Letras, eu me emociono mais do que o meu normal que já era muito. Chorei, mas de soluçar mesmo, no Museu da Língua Portuguesa... Me achei ridícula! Mas aquele tanto de letras de poemas dançando na minha frente me emocionaram... ando me achando bem boboca.

- Ah minha querida! Isso é coisa de artista! Só chora no Museu quem pode, não é todo mundo que entende a beleza das palavras, a emoção de um fazer poético, o amor enfim. Minha cara, você está aqui construindo um novo olhar, automaticamente, um novo sentir, é outro nível. Jamais se sinta menos por ser tão grandiosa de alma.



Obrigada, mestre Claudinha, com toda admiração para sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário