Pesquisar este blog

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Autopsicobio

O mar, coisa linda toda vida sem mandar parar, estava para brincadeira. Aceitei e ficamos lá... Ele cura até mau humor.  

Quando alguém machuca ou se fere, calculo quantos dias de mar seria preciso para curar tal feito. Outro dia, o aluno machucou o dedo com a folha de papel, calculei um dia.

Entre amigas, mau humor e poucas conversas, mergulhadas e braçadas, rolou a seguinte conversa após manhã viral ( que infecta a todos):
- Lalá, você já ouviu alguém falar que alguém "é de Lua"?
- Claro! E quem não é?
- Você...
Pensei: puutzzz... 
 
Eu tinha acabado de concluir que não iria mais deixar o mau humor me pegar, por qualquer motivo que fosse e assim, estava arrependidinha das cortadas e tiradas que fiz em três mil e novecentas pessoas num espaço de tempo pequeno de 4 horas.

A amiga concluiu gentilmente:

- Você é de mar, de maré. Hora tá lá em cima eufórica, faladeira pra de repente desabar e depois fica caladinha pensativa, como as espuminhas depois da arrebentação.
- É....?
- É Lalá, você é "de mar"... Pense assim: melhor ser de mar que de lua, você tem a desculpa da Lua influenciar suas emoções.
Complicada conversa para um pós mau humor.

Mas gostei de ser mar...trem bonito toda vida sem mandar parar!

domingo, 6 de janeiro de 2013

Já sei militar - PARÓDIA

Já sei militar
já sei conversar e argumentar
agora só me resta sonhar.

Já sei como ir
já sei onde devo ficar.
agora só me falta ser livre.

Não tenho paciência para mascus não
Eu não sou audiência para a solidão

Eu sou feminista
eu sou do mundo inteiro
e todo mundo sou eu também.


Já sei militar
já sei chutar o machismo
agora só me falta amar
não tenho juiz,
se você quer a vida em jogo,
eu quero é ser livre

...
to te querendo
então eu como ninguém
to te querendo
como a gente se quer.