Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Internet

* Paródia da música PELA INTERNET (http://letras.terra.com.br/gilberto-gil/68924/) de Gilberto Gil. 
Já tenho um web site
To na rede desde sempre
Era um 486
O negócio era discado
Nada de largura
Em suas bandas e linhas.

Conheço gente do Japão
Sou amiga da Austrália
Visito os museus
Mais antigos
Que hoje são modernosos.
Têm suas home pages
Adoro meu Kandinsky
Que copiei e salvei no PC.
Tudo numa rede
De debate e fóruns.

Comprei um laptop
Que o branquinho tava difícil
Pra conversar, o twitter não acessava
A página do MEC travava.

No Orkut os alunos
São amigos e seguem
Comunidades de crase,
Preposições e concordâncias.
Fazemos trabalhos na rede social
Adicionamos escritores e artistas.

Estudo, faço tudo
Cursos e debates,
Analiso, reviso e trabalho
Tudo de casa, sentada, confortável.
Já fiz também na praia.
Recebo encomendas
Respondo via chat,
Ou por MSN, minha vida é a rede.

segunda-feira, 16 de maio de 2011








A moça esconde-se atrás dos óculos
que refletem luz diante do sol.


Mas ela mesma, nada ilumina.
Escurece, põe o sol na caixa, fecha o ISO e vai dormir.
Só! 
Nada sai.
Nada fica.